PORTAL DO ALUNO / PROFESSOR

Encontros - Conversando sobre: “pedra crack”- Um silêncio familiar e social a ser rompido

A Faculdade Novo Milênio com parceria a NUIPESC (Núcleo de Pesquisa de Iniciação Científica dos Cursos de Direito, Serviço Social, Enfermagem e Pedagogia), a Escola Estadual de Ensino Médio Mario Gurgel e a FAPES (Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo) promove encontros com o tema: “Conversando Sobre a Pedra Crack – Um Silêncio Familiar e Social a ser Rompido”.

Os encontros têm como objetivo contribuir para reflexões sobre os desafios para o enfrentamento às drogas, incentivando ao rompimento do silêncio sobre o crack no ambiente familiar e social; além de informar aos participantes o conhecimento sobre os graves malefícios que o crack causa no organismo.

Os assuntos abordados para vencer o silêncio envolvem o aumento da oferta de tratamento de saúde e atenção aos usuários de drogas, ou seja, mantendo cuidado com o mesmo; ampliando as ações de fortalecimento do programa de prevenção e redução dos fatores de risco, mantendo assim a prevenção e Abrindo as ideias e atitudes que possam acabar com a cultura de que o enfrentamento à droga é só coisa de polícia e fortalecendo a cultura de que a droga é problema de saúde pública, é um problema da sociedade.

Os encontros serão realizados na Escola Estadual de Ensino Médio Mario Gurgel, no dia 18 de setembro de 2013.

Programação realizada para os familiares e alunos das turmas do vespertino:

13h às 13h15 -1ª Mesa de Abertura - Composição: Diretor Geral da Faculdade Novo Milênio Sr Sebastião Receputi, Gestor/a representando a Fapes, Diretora da Escola Profª Maria Miller Coordenadora da Núcleo de Pesquisa da Faculdade Novo Milênio Profª Drª Nelma Monteiro.

13h15 – 14h30 - 2ª Mesa-Roda de Conversa - Profº Drº Renato Possato - Coordenador do Curso de Direito - Faculdade Novo Milênio- Tema: O Direito como instrumento jurídico e social no enfrentamento ao crak.

Representante do PROERD - Soldado Diego Cruz Rocha - O papel educativo da segurança pública para superação do silêncio das drogas.

Socialização da produção escrita dos bolsistas sobre o crack.

14h30 – 15h30 - 3ª Mesa-TRIBUNA LIVRE - Depoimentos e Testemunhos de pessoas que tiveram e tem relações familiares e afetivas com os usuários de drogas.

15h30 – 15h50 - Avaliação sobre o projeto com as Monitoras - Tabata Haidu e Sarlene Azarias.